Compreender os conceitos de torque e potência de um motor não é apenas uma curiosidade técnica; vai muito além de números e gráficos; trata-se de tomar decisões inteligentes que impactam suas finanças.


Torque e potência determinam a eficiência, o desempenho e a capacidade de um motor para realizar tarefas específicas. Conhecer esses parâmetros pode ajudá-lo a escolher o trator certo para suas necessidades, melhorar a performance de seu trator e até mesmo economizar combustível. 


TORQUE

O torque de um motor é uma medida da força de rotação ou do momento de força que o motor pode exercer sobre um eixo. Em outras palavras, é a força que o motor aplica para fazer girar um objeto (volante do motor) ao redor de um ponto ou eixo.

O torque é um fator crucial para determinar o desempenho de um motor, especialmente em termos de aceleração e capacidade de carga.

O Torque é exigido em situações que exigem força como puxar um arado ou rebocar  cargas pesadas


POTÊNCIA

A potência de um motor é uma medida da capacidade do motor de realizar trabalho em um determinado período de tempo.


A potência P é definida pela fórmula: 


 


onde W é o trabalho realizado pelo motor e t é o tempo necessário para realizar esse trabalho.

Tanto o Torque como a Potência diz respeito à como a força é transferida para a caixa de transmissão, para o eixo e para as rodas. Porém, dependendo da aplicação, agrícola; rodoviário; urbano o projeto do motor deve ter características diferentes.


Fica fácil entender isto ao compararmos uma Pickup e um Trator, ambos com a mesma potência de 180 cv.


Um trator nunca vai atingir os 100 km/h e uma picape nunca vai conseguir puxar um arado.


 

Daniel Zacher, engenheiro da SAE Brasil lembra que máquinas agrícolas trabalham muito tempo em rotação constante". Por isto, esses equipamentos adotam pistões com cursos mais longos e virabrequins maiores, além de pneus mais graúdos para ter mais atrito com o solo.


Considerações para Motores Agrícolas.

 

Nos motores agrícolas a prioridade do torque é principalmente em rotações mais baixas, para garantir a capacidade de realizar operações de alta carga em baixas velocidades.

Quanto mais ampla for a faixa de rotação que o motor sustentar o torque máximo (linha azul pontilhada do gráfico) mais velocidade ele vai conseguir atingir sem cair o torque.

Compartilhe esse artigo nas redes sociais: